6 Regras Para O Sucesso Na Bolsa E Na Vida.

Resultado de imagem para Sucesso Na Bolsa E Na Vida

6 Regras Para O Sucesso Na Bolsa E Na Vida.

Se você seguir o nosso blog há algum tempo, já sabe que, embora em Eurekers seguimos a metodologia que José Antonio Paulo ensina em seus cursos, às vezes a gente gosta também dirigir o olhar para outros investidores de renome internacional e ampliar suas histórias profissionais e humanas.
Fizemos isso no seu dia com Warren Buffett , Peter Lynch , André Kostolany e Mark Douglas, Hoje, o eleito é Ed Seykota, cuja figura de certeza que te vai surpreender.

Ed Seykota: pioneiro em sistemas de trading computadorizada.
O investidor norte-americano Ed Seykota, formado em Engenharia Elétrica pelo instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), é conhecido por ter desenvolvido o primeiro sistema de negociação de computador em grande escala.
O fez nos anos 70, quando trabalhava, junto com Michael Marcus, para uma importante empresa de corretagem. O sistema, que foi usado para gerenciar o capital de clientes em mercados futuros, deu bons resultados e continuou aplicando uma vez começou a trabalhar por sua conta.
Neste sentido, Seykota lembrou em uma entrevista como o que, na época, dava-lhe um ano e meio de trabalho, com um computador atual, faria em um único dia.

Resultado de imagem para Sucesso Na Bolsa de valores

Ed Seykota: inspirado por Edwin Lefèvre é Richard Donchian.
Para desenvolver o seu sistema, Ed Seykota inspirou-se, por um lado, no livro “Memórias de um operador de Bolsa”, de Edwin Lefèvre e, por outro, o sistema mecânico de acompanhamento de tendências de Richard Donchian. Com o tempo, o sistema foi evoluindo e adaptando-se às suas preferências.

Chegados a este ponto, há que esclarecer que, embora Seykota trabalha com sistemas automáticos, também reconhece que, em última instância, um sistema de investimento é discricionária, já que “o operador ainda tem que decidir qual é o risco que você vai aceitar em seu funcionamento”. Além disso, assegura que as decisões importantes devem ser feitas fora do sistema eletrônico, como, por exemplo, a forma de manter a diversificação de uma conta.
Em suma, Seykota rcomienda que cada investidor desenvolva um sistema que seja compatível.

Ed Seykota: tendência a longo prazo.
De acordo com Seykota, seu estilo é “basicamente de rastreamento de tendências da moda, com alguns algoritmos especiais de reconhecimento de padrões e a gestão do dinheiro”.
Efectivamente, a tendência está no centro de sua filosofia de ações. “A vida mesma é baseado em tendências, as aves voam para o sul para passar o inverno e seguir em frente. As empresas seguem as tendências das pessoas e, em conseqüência disso, variam de seus produtos”.

Assim, 4 são os principais elementos que compõem a sua operação em bolsa:
a tendência a longo prazo.

estrategia para opções binarias
o padrão de sucesso atual.
a escolha de um bom mercado para comprar vender.

Imagem relacionada

Ed Seykota e os stops
“Os elementos de uma boa operacional são: (1) reduzir as perdas, (2) reduzir as perdas, e (3) reduzir as perdas, se você pode seguir estas três regras, você pode ter uma oportunidade”.
Esta conhecida frase de Ed Seykota mostra-nos a importância que dá ao uso de stops no investimento em ações: “Tenho minhas ordens stop loss cada vez que abro uma posição. Normalmente, passar esses stops, garantindo os ganhos quando a tendência continua”.
Para Seykota, “o risco é a possibilidade incerta de perda. Se pudesse quantificar o risco exatamente, já não seria um risco”. Neste sentido, afirma que o controle de riscos tem que ver com a nossa vontade de permitir que o nosso stop “faça o seu trabalho”

Ed Seykota: apaixonado da bolsa
Qual é o segredo do sucesso de Ed Seykota como investidor? Segundo ele mesmo, é o seu amor pelos mercados. O americano é considerado um apaixonado da bolsa, a qual não vê como um “hobby” ou como uma opção profissional, mas como o que deve fazer em sua vida.
Por isso, aconselha que, se alguém sente que os investimentos não são o que mais gosta, mude de atividade.
Isso não significa que Seykota não tenha más séries. Confiensa que, às vezes, chega a um ponto de ruptura pessoal e, quando isso acontece, sai do mercado e faz uma pausa até que se sente pronto para ouvir o mercado de novo.

O Trading Tribe: psicologia da bolsa
A psicologia é outro dos pilares da visão de ações de Ed Seykota. Ele acha que muitos operadores permitem muitas vezes que as suas emoções anulem a sua lógica, o que pode ser “devastador”.
Por isso, em 1992, começou a reunir um grupo de investidores – The Trading Tribe – nas margens do Lago Tahoe, onde reside, para debater sobre suas emoções e se ajudarem mutuamente. Suas reuniões se tornaram mais frequentes e Seykota desenvolveu métodos para reforçar o crescimento pessoal.
Assim, na bolsa, como na vida.

Terminamos esta semelhança de Ed Seykota com uma nota curiosa que tem que ver com outras de suas facetas conhecidas: a música.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *